Assim como no blog Fortaleza Nobre, vou focar no resgate do passado do nosso Ceará.
Agora, não será só Fortaleza, mas todas as cidades do nosso estado serão visitadas! Embarque você também, vamos viajar rumo ao passado!

O nome Ceará significa, literalmente, canto da Jandaia. Segundo o escritor José de Alencar, Ceará é nome composto de cemo - cantar forte, clamar, e ara - pequena arara ou periquito (em língua indígena). Há também teorias de que o nome do estado derivaria de Siriará, referência aos caranguejos do litoral.

.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Estrada de Ferro de Baturité - Estações de Mondubim, Maracanaú e Pacatuba



A Estrada de ferro de Baturité foi a primeira ferrovia do Ceará. Iniciou a operação ferroviária em 1873 com o primeiro trecho de pouco mais de 7km entre a Estação Central, em Fortaleza e a localidade de Parangaba. Funcionou com esse nome até 1909.



A EFB foi fruto da sociedade surgida no dia 5 de março de 1870, entre o Senador Tomás Pompeu de Sousa Brasil, Gonçalo Batista Vieira (Barão de Aquiraz), Joaquim da Cunha Freire (Barão de Ibiapaba), o negociante inglês Henrique Brocklehurst e o engenheiro civil José Pompeu de Albuquerque Cavalcante.

O objetivo era o escoamento da produção serrana em Pacatuba e Maranguape para o porto de Fortaleza. Após a assinatura do contrato de construção da ferrovia entre a Companhia e o Governo Provincial do Ceará o projeto passou a ter como ponto final à cidade de Baturité, produtora de café.




A estação central, atualmente Estação Professor João Felipe foi eregida ao lado do antigo Cemitério de São Casimiro. O função de cemitério foi transferido para o Cemitério São João Batista e sob esse foi construído o escritório central e as oficinas.



Os trilhos do primeiro trecho, de 7,20 km, começaram a ser assentados em 1 de julho de 1873, sendo entregue ao tráfego em 14 de setembro de 1873. Apesar de a inauguração deste trecho só ter ocorrido em 29 de novembro do mesmo ano e a estação central foi inaugurada no dia seguinte, 30 de novembro. As estações de Mondubim e Maracanaú foram inauguradas em 14 de janeiro de 1875 e a de Pacatuba em 9 de janeiro de 1876. A situação financeira da companhia ficou ruim durante a seca entre 1877 e 1879 e as obras foram paralisadas. O Governo Imperial, através do Decreto no 6.918, de 1 de junho de 1878, assumindo a parte construída da ferrovia e os direitos da Companhia de prolongar os caminhos de ferro até o município de Baturité. Em 1910 a Estrada de Ferro de Baturité foi somada a Estrada de Ferro de Sobral criando a Rede de Viação Cearense.  


Escritório EFB

Escritório da EFB

A estação de Mondubim


A estação de Mondubim em foto publicada em 1908; à esquerda, tijolos aguardando embarque.


A estação de Mondubim foi aberta em 1875. "Ao seu lado havia uma lagoa onde os índios caçavam e pescavam. Com a chegada da ferrovia de Baturité, inicia-se o bairro do mesmo nome e alavanca-se seu desenvolvimento. Rico em olarias, de lá saíam excelentes tijolos brancos, usados na construção da própria estação" (Ney Robinson Rios Frota, 19/5/2009).


A estação em 1980

Esse prédio foi demolido em 1980 (é difícil justificar a demolição de um prédio centenário...). Uma nova estação foi construída. Serviu também como estação de trens metropolitanos até sua nova demolição em 15 de março de 2009 para as obras do metrô de Fortaleza. Os trens agora passam ali direto sem parar.


O último trem do METROFOR que parou em Mondubim, em 14/3/2009. No dia seguinte iniciou-se a demolição dessa estação com apenas 9 anos de idade, visando as obras do futuro metrô de Fortaleza (Foto Ney R. R. Frota).

A nova estação em março de 2009. À sua frente, à direita, ainda estão os escombros da antiga demolida 29 anos antes.


A Estação de Maracanaú

EFB - Maracanaú

A estação de Maracanaú foi aberta em 1875. Dali saía o ramal para Maranguape, extinto em 1964.

Foto de 1950


A estação de Maracanaú, sem data.


A estação anterior (provavelmente não era a original) foi demolida em 1984. Atualmente a estação serve como estação de trens metropolitanos.



A estação antiga e a nova, talvez em 1984



A estação antiga de Maracanaú ainda de pé e a nova, em frente. Foto provavelmente de 1984. Acervo Câmara Municipal



A estação atual, talvez 1984. A antiga ainda está de pé em frente a ela.



Demolição da estação em 1984

Estação de Pacatuba

A cidade de Pacatuba remonta ao século XVII. O povoado ali formado, no entanto, somente em 1842 foi elevado a sede de distrito. Em 1869 passa a município. "Fato auspicioso para a vida local, evidentemente, ocorreu em 1876, quando, a 9 de janeiro, foi inaugurada a estação da estrada de ferro destinada a unir a zona sul do Estado à Capital" (Enciclopédia dos Municípios Brasileiros, vol. XVI, IBGE, 1959). A estação está de pé em 2010 e funciona como cartório. Segundo Rafael Almeida, há no fundo outra estação construída que funcionou ate meados de 2002.


A estação de Pacatuba, vendo-se de sua plataforma a entrada da linha praticamente no meio da mata. A casinha branca ao fundo será a estação citada pelo autor da fotografia como sendo uma outra que funcionou até 2002

A estação em 2010, já desativada há anos. Do lado esquerdo, a Serra de Pacatuba.


x_3b9d281d





Créditos: Livro Vistas do Ceará - 1908, Wikipédia e o site: http://www.estacoesferroviarias.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário